terça-feira, 15 de dezembro de 2009

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

VELOCE - Em breve o mais novo brinquedo do Velopark


Este carro têm motor de Fiat 1.4 , de 110cv e pesa 450kg , usa pneus sliks de competição, tem todo sistema de segurança de um carro de corridas: banco de corrida , cinto 5 pontos.....mais informações...
www.velopark.com.br

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Vamos falar um pouco de cerveja....


Cerveja brasileira está na lista das 100 melhores

Na edição deste mês da revista americana Imbibe-liquid culture, a cerveja Lust, da Cervejaria Eisenbahn, de Blumenau (SC), entrou na lista das 100 melhores cervejas do mundo. A bebida está entre as raras cervejas do mundo que incorpora na sua produção método próprio dos champanhes.

www.eisenbahn.com.br

Após a primeira fermentação, a cerveja é engarrafada e sofre adição de açúcar e leveduras de vinho, o que provoca uma segunda fermentação da cerveja. Durante esse processo, as garrafas permanecem nas caves em repouso até que essa nova fermentação tenha fim. Na sequência, ela é colocada em um pupitre com inclinação de 45º, onde permanece por cerca de três meses para que o contato com as leveduras amplie seus aromas, enquanto os sedimentos próprios desse processo se depositam no gargalo da garrafa. Só então, essas leveduras são retiradas (dégorgement) e a cerveja está pronta para o consumo. Segundo a Imbibe, esses procedimentos conferem à cerveja um aroma "frutado agradável e notas de leveduras".


Por: Carlos Alberto Barbosa

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Tales Of Rat Fink - 2006


Lançado em 2006 nos EUA o documentário Tales Of Rat Fink, contando a história de Roth e de sua mais famosa criação. O documentário conta com os depoimentos ilustres de gente como Tom Wolfe, Brian Wilson (Beach Boys), Matt Groening (criador dos Simpsons) e do apresentador Jay Leno.
Ícone da contracultura, Rat Fink é um símbolo eterno da livre expressão. Criado por Ed “Big Daddy” Roth, figura-chave na Kustom Kulture, que transformou a Califórnia na meca dos hot-rods e outros veículos motorizados durante os anos 60. O artista ficou famoso como criador de monstros ao mesmo tempo grotescos e simpáticos.
Fonte: Portal Rock Press (matéria muito boa vale a pena dar uma olhada)

http://rapidshare.com/files/245557969/Tale_Of_Ra_Fi.part1.rar.html
http://rapidshare.com/files/245642319/Tale_Of_Ra_Fi.part2.rar.html
http://rapidshare.com/files/245909019/Tale_Of_Ra_Fi.part3.rar.html
http://rapidshare.com/files/245926336/Tale_Of_Ra_Fi.part4.rar.html

Tales Of The Rat Fink - Trailer




quarta-feira, 29 de abril de 2009

MAPGREEN - Racing Parts

video   

mapgreen@gmail.com
51-9911-0588
51-7811-0168 - NEXTEL: 119*38472
51-3587-7880


In Line - Trambulador p/ cambio - MAPGREEN






















Defletor de óleo para Dodge 318cid (windage tray)

sexta-feira, 20 de março de 2009

Hora do Planeta - WWF

Já que gostamos de carros e motos que na verdade ajudam na poluição do nosso planeta.
Não custa participar desta campanha, e não custa nada mesmo.....

quarta-feira, 18 de março de 2009

DRAGSTER COM TRÊS LUGARES - VELOPARK

A nova máquina foi construída nos EUA pelo fabricante
Undercover Motorsports – (Wildwood – FL - USA) www.undercovermotorsports.com
e estará a disposição do público ainda este semestre.
O modelo encomendado foi construído e idealizado pelo piloto norte-americano Kurt Damron, consultor do Velopark .
O Dragster possui todos os comandos em cada uma das cabines e será utilizado para shows e locação nos eventos de arrancada.

www.velopark.com.br



terça-feira, 17 de março de 2009

Dodge, história de uma coleção




Uma paixão não se explica, apenas se vive. Ainda mais quando essa paixão é por carros, e mais especificamente por um carro: o Dodge. Por isso, Alexandre Badolato, longe de tentar entender porque é louco por esses automóveis, começou mesmo a colecioná-los. Em 20 anos, além de dezenas de carros, juntou também inúmeras informações sobre eles, sobre a Chrysler do Brasil, e sobre como restaurar e recuperar cada veículo segundo suas características originais. Cada procura de determinado modelo, cada descoberta, cada nova aquisição e cada restauração é uma verdadeira aventura, recheada de episódios inusitados, curiosidades, coincidências e fatos improváveis e inacreditáveis. Algumas dessas inúmeras peripécias estão narradas neste livro, no qual o autor, além de incontáveis informações, generosamente compartilha algumas de suas histórias de “arqueologia dodgística”, como ele gosta de dizer, das quais ele, sem perceber, também já se tornou um colecionador.

http://www.alaude.com.br/
www.museudodge.com



segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

E a 3º chopper da NOSTALGIA CHOPPERS ficou pronta...




Feita por Israel Verissímo e Marcelo Pires - NOSTALGIA CHOPPERS
Já devidamente batizada no dia 31.01.09, uma banda de 120 km...

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

CRAZY KRANZ - MENSAL - ESPECIAL !!!!


CRAZY KRANZ - NOSTALGIA - MENSAL (ENCONTRO NOTURNO)
NESTE MÊS EM UM LOCAL ESPECIAL - NO VELOPARK, EM NOVA SANTA RITA - RS
JUNTO AO ENCONTRO, ARRANCADAS P/ CARROS DE RUA.
INFORMAÇÕES NO SITE WWW.VELOPARK.COM.BR

domingo, 4 de janeiro de 2009

HEMI - A história de um motor


Marcos Históricos – HEMI®

1939

A Chrysler começa o trabalho de projeto do primeiro HEMI®, um V-16 para um bombardeiro de combate.

1951
A Chrysler surpreende o mundo automotivo com um motor
HEMI® (cabeçotes c/ camaras de combustão hemisféricas) V-8 de 180 cv. O conversível Chrysler New Yorker assume papel de pace-car da Indianapolis 500. Saratoga em primeiro na Classe Stock Car; segundo na classificação geral da Carrera Pan-Americana.

Briggs Cunningham escolhe os motores HEMI® para seus carros em Le Mans.

1952
Um
HEMI® especial é testado em um esportivo Kurtis Kraft Indy; é banido por oficiais de competição sob o argumento de ser rápido demais.

1953
O C-4R
HEMI® de Cunningham ganha as 12 horas de Sebring e termina em terceiro em Le Mans.
Um Dodge
HEMI® V-8 quebra 196 recordes de stock car em Bonneville Salt Flats.

1954
Um Chrysler
HEMI® com quatro cilindros atinge 235 cv.
HEMIs de Cunningham ganham em Sebring novamente, terceiro e quinto em Le Mans.
Conversível Dodge Red Ram
HEMI® faz o papel de pace-car na Indy 500

1955
Chrysler lança o lendário 300 como o mais potente stock car da América.
Chrysler 300 com motor
HEMI® de 5421 cm3 é o primeiro carro de produção a atingir 300 cv.
Chrysler aumenta
HEMI® para 250 cv no New Yorker e 280 cv no Imperial.

1956
Conversível DeSoto Fireflite
HEMI® faz papel de pace-car na Indianapolis 500.
Chrysler 300B estabelece recorde mundial de velocidade para carros de passeio em Daytona Beach – 133,9 mph ( 214,2 km/h).

1957
Chrysler 300C
HEMI® aumentado para 6420 cm3 e 375 cv.

1958
Último ano do motor
HEMI® em modelos Chrysler 300.
Don "Big Daddy" Garlits quebra barreira dos 272 km/h (170 mph) em seu dragster
HEMI®.

1964
Chrysler lança
HEMI® de corrida de 6978 cm3 (426 polegadas cúbicas) de deslocamento para competição.
Richard Petty estréia
HEMI® 426 e ganha a Daytona 500.
Três carros Plymouths acionados por motores
HEMI® e Dodges passeiam em Daytona: primeiro, segundo e terceiro lugares.
Stock cars com motores
HEMI® ganham 26 das 62 corridas nacionais NASCAR.
Don Garlits quebra barreira do quarto de milha a 320 km/h (200mph) em dragster
HEMI® – 322,1 km/h em 7,78 Seg.

1965
Bob Summers estabelece recorde de velocidade terrestre de 654,7 km/h (409,227 mph) no "Goldenrod" utilizando quatro HEMIs acoplados.

1966
Chrysler constrói o "HEMI de Rua" e volta às corridas NASCAR.
Dodge Charger
HEMI® ganha o Campeonato NASCAR, Plymouth em segundo.

1968
Dodge e Plymouth produzem número limitado de Super Stock Darts e Barracudas 426
HEMI®, os mais rápidos Muscle Cars da história originalmente de fábrica.
Road Runner é lançado pela Plymouth; disponível com opção
HEMI® 426.

1969
Dodge lança Charger 500
HEMI®, que vence 22 corridas NASCAR.
O Dodge Charger Daytona "alado" 1969 com o potente
HEMI®, reina nas superpistas da NASCAR.

1970
Buddy Baker é o primeiro a quebrar a barreira dos 320 km/h (200mph) em circuito fechado com o stock car Dodge Charger Daytona
HEMI®.
Bobby Isaac estabelece recorde de velocidade em circuito fechado de 321,7 km/h (201,104 mph) em um Dodge Charger Daytona depois de ganhar o campeonato NASCAR.

1971
Richard Petty ganha seu terceiro Grande Campeonato Nacional NASCAR com um Road Runner
HEMI®.

1991
Al Teague estabelece recorde de velocidade terrestre de 655,97 km/h (409,986 mph) na classe superalimentada com
HEMI® simples.

2003
HEMI® de 5,7 litros desenvolve até 345 cv (257 kW) a 5400 rpm e 508 Nm (3765 libras-pé) de torque a 4200 rpm.
HEMI® de 5,7 litros na série de picapes Ram 2500/3500 entrega a melhor potência, aceleração e capacidade de reboque de sua classe.
HEMI® de 5,7 litros é 25 kg mais leve, tem 41% mais potência e 12% mais torque que o motor Magnum de 5,9 litros que ele substitui.
HEMI® de 5,7 litros é o primeiro motor a gasolina da Chrysler com controle eletrônico de aceleração ou "Acionamento por cabo".
HEMI® de 5,7 litros atende a todas as normas federais de emissões, com 8-10% de economia de combustível na comparação com o motor que ele substituiu.
HEMI® de 5,7 litros é o primeiro motor Chrysler a usar duas velas por cilindro.
O novo
HEMI® é apontado como um dos 10 Melhores Motores do mundo pela Ward.

2004
A Ram 1500 e o novíssimo Dodge Durango estão disponíveis com
HEMI® de 5,7 litros.
O HEMI de 5,7 litros é apontado como um dos 10 Melhores Motores pelo segundo ano consecutivo.

2005
Depois de quase 50 anos, o motor
HEMI® volta a um veículo de passageiros da marca Chrysler no novo Chrysler 300C e, depois de quase 30 anos, a um veículo de passeio de marca Dodge no Dodge Magnum R/T, montado com o HEMI® V-8 de 5,7 litros.
O Chrysler 300C e o Dodge Magnum R/T com motor
HEMI® desenvolvem 340 cv (254 kW) a 5000 rpm e 525 a 4000 rpm.
Chrysler 300C e Dodge Magnum R/T são os primeiros veículos de produção norte-americana a oferecer a desativação de cilindros – o Sistema (MDS) desliga quatro cilindros no motor
HEMI® de 5,7 litros quando a potência V-8 não é necessária, para uma economia de combustível de até 20%.
A equipe SRT desenvolve versão de 6,1 litros do
HEMI® para acionar futuros modelos SRT8 do Grupo Chrysler – o motor de 425 cv é o mais potente V-8 naturalmente aspirado oferecido pelo Grupo Chrysler. Sua classificação de 69,8 cv por litro excede até a do lendário "HEMI de Rua" 1966. O torque é de 596 Nm a 4800 rpm.
A relação de compressão foi ampliada de 9,6:1 para 10,3:1.
A capacidade de admissão e escape do motor de 6,1 litros foi aumentada com novos cabeçotes de cilindros de alto fluxo, coletor de admissão especialmente projetados e coletores de exaustão com tubos individuais encapsulados numa concha de aço inoxidável.
Um eixo comando de válvulas com "lifts" maiores maximiza a potência no
HEMI® de 6,1 litros.
O Chrysler 300C SRT8 é o primeiro de dois produtos SRT8 anunciados – ambos com o novo motor
HEMI® de 6,1 litros.
Pela primeira vez um
HEMI® está disponível em um Jeep - o novíssimo Jeep Grand Cherokee com motor de 5,7 litros.
MDS é equipamento de série com o motor
HEMI® no Jeep Grand Cherokee – trata-se da primeira vez que a desativação de cilindros é oferecida em um veículo utilitário esportivo. O HEMI® de 5,7 litros é apontado como um dos 10 Melhores Motores da Ward pelo terceiro ano consecutivo.
O milionésimo motor
HEMI® sai da linha de montagem.

2006
O novíssimo Dodge Charger R/T retorna às ruas e pistas da América com HEMI® de 5,7 litros, prestando homenagem aos carros dos anos 60 e acrescentando desempenho e funcionalidade do século 21.
O Dodge Charger Daytona inclui um coletor de sistema de alto desempenho para permitir que o HEMI® de 5,7 litros desenvolva 350 cv (261 kW).
O Grupo Chrysler é o primeiro a oferecer a desativação de cilindros em uma picape – MDS é equipamento de série com o motor HEMI® de 5,7 litros.
O MDS é acrescentado ao Dodge Durango HEMI®.
O MDS do Grupo Chrysler é equipamento de série no Chrysler 300C e Dodge Magnum R/T, Charger R/T e é de série com o HEMI® de 5,7 litros do Jeep Grand Cherokee, Jeep Commander, Dodge Durango e Ram 1500.
A linha SRT8 é ampliada para incluir agora o Dodge Magnum SRT8, o Dodge Charger SRT8 e o Jeep Grand Cherokee SRT8 – todos acionados pelo HEMI® de 6,1 litros